Design João Torquato​

Expo de Moda 2016

___________________________________________________

Expo de Moda 2016 celebrou as olimpíadas em 7 dias de programação

Comemorando seus 25 anos, evento contou com a participação de 85 expositores e escolheu o tema “Moda Olímpica” para a temporada outono/inverno 2016

As tendências de moda para a temporada outono/inverno deste ano tiveram um ponto de encontro: a Expo de Moda 2016. Em edição especial, que celebrou seus 25 anos, o evento apostou no tema Moda Olímpica, fazendo do bom gosto uma homenagem às Olimpíadas Rio 2016. Idealizado pela produtora de moda Vera Pontes, o projeto aconteceu em nova casa, a Itaipava Arena Fonte Nova, na Praça Sul, entrada do Dique de Tororó. Começando pela primeira vez em uma segunda-feira, o evento aconteceu entre os dias 6 e 12 de junho.

Os 85 expositores trouxeram muitas novidades em confecções, calçados e acessórios. Nos stands, expositores de diferentes estados do Brasil, como Rio de Janeiro, Goiás, Brasília, Santa Catarina, Minas Gerais e São Paulo, apresentaram opções para compras em pronta-entrega a preços de fábrica. Além disso, a Expo de Moda 2016 ofereceu uma programação diversificada em desfiles diários, sempre às 19 horas, e exposições abertas à visitação durante o tempo de funcionamento da feira. No espaço, infraestrutura completa com praça de alimentação e estacionamento coberto.

Desfiles

Na segunda-feira, 6, a Expo de Moda abriu com um desfile especial que levou o nome do tema da edição deste ano. Intitulado Moda Olímpica, contou com a participação de diferentes estilistas da Bahia, todos com o desafio de montar um look homenageando um esporte das Olimpíadas. Participaram do desfile de abertura da feira Mario Farias, com a ginástica artísticaWanderson Pereira, com natação; João Damapejú, com esgrimaGuida Maria, com tenis; Angela Amado, com nado sincronizadoRoberto Magno, com ciclismoBrenda Wicks, com saltos ornamentaisLevite Bahia, com atletismoRey Vilas Boas, homenageando o tiro com arcoLeonardo Teófilo, com o hipismoLivia Chaves, com boxe; Jhon Pereira, com triatlo masculinoFagner Bispo, com o esporte basquete; Romulo Salomão, com Vela; e, por fim, Marcelo Moura, com a modalidade Remo.

Já na terça-feira, 7, o desfile ficou à cargo da Escola Parque, com o tema Parque Fazendo Arte. As aprendizes de modelo do Curso “Park Models” – trabalho que vem sendo desenvolvido por Claudio Rebelo com jovens de baixa renda da Caixa D’Água – levaram à passarela o resultado do trabalho de oficinas em diversas áreas, como customização, corte e costura, figurino, desenho de moda, modelo e maquiagem por meio de fashion shows performáticos. Sustentando o conceito de educar para uma formação cidadã na contemporaneidade, a Escola apresentou sua reflexão sobre o sentido de educar com o auxílio da moda e da arte.

O desfile da quarta-feira, 8, foi dedicado ao Mix dos Expositores, com looks montados com peças dos próprios expositores do evento. Esse desfile foi uma iniciativa  da stylist Ludmila Olicar, da Agência de Modelos Up to Date.

Dia 9, quinta-feira, a Expo de Moda 2016 recebeu na passarela um desfile assinado pelo estilista Marcelo Moura, que apresentou looks de moda masculina. Formado em moda pelo Senac/BA, Marcelo mostrou no evento um mix do que vem produzindo em termos de roupas para homens. Ele apostou em uma cartela de cores vibrantes e muitas estampas, em peças cuja proposta é investir em materiais e tecidos diferentes dos tradicionais.

No sábado, 11, o evento ganhou um toque a mais com a participação das fashionistas. Durante a semana, blogueiras baianas passearam pelos corredoes da feira de moda em busca de peças especiais para compor um look. Elas exibiram as produções montadas especialmente para o evento, desfilando logo após as modelos que vestiram suas seleções. Subirão à passarela Andréa Conceição (It Guel), Aninha Varjão (Saia Plissada), Bruna Marconi (Bruna Marconi), Camila Freiper (Amiga Phyna),Isabela Nascimento (Vitrine Virtual), Joana Guerra (Moda Modesta), Nathália Luna (Tendêncialist), Phaedra Brasil (A Tarde Moda), Sofia Litzinger (Moda sem Controle), Thais Bezerra (Achados da Thay) e Vanessa Ventura (Belícia Blog).

Domingo, 12, foi a vez do Concurso Miss Maturidade. Organizado pela stylist Ludmila Olicar, o desfile trouxe participação das alunas da Faculdade de Maturidade, uma instância da Faculdade São Bento. Acima de 60 anos, elas disputaram pela chance de representar a faculdade no Miss Bahia Terceira Idade 2017. Na passarela, as candidatas fizeram a abertura da noite com um vestido preto, no estilo “básico”, seguido de traje de gala.

Exposições

Além dos desfiles, a programação da 25ª edição do evento trouxe também duas exposições para o público – Vitrines, baseada na produção dos alunos do curso de Vitrinismo do Senac, com coordenação da professora Tatiana Dourado, Áfricas, Arte e Moda. Esta última, uma realização em conjunto da estilista Madá Negrif com o artista visual Júnior Ferreira, e concepção de João Damapejú, reuniu signos culturais que aproximam a riqueza do continente africano com outras experiências estéticas. Na mostra, foram ressaltadas as criações artísticas de moda e arte no cotidiano do soteropolitano, por meio de peças criadas por Madalena Cardoso, da Negrif, e pinturas com técnica de acrílica sobre tela, assinadas pelo artista visual Júnior Ferreira, retratando imagens de moda afro-pop.

Sobre a Expo de Moda 2016

Criado em 1992 pela produtora de moda Vera Pontes, o projeto chegou à sua 25ª edição no ano de 2016. Mesma idealizadora do Made in Bahia, Vera trouxe para o estado o conceito de uma feira de moda em sistema de pronta-entrega, com passarela apresentando desfiles conceituais e também as últimas tendências. No início da década de 1990, a produtora possuía uma confecção e participava da Fenit, em São Paulo, e do Festival de Moda, em Fortaleza, – ambos eventos de moda para pedidos, com entrega posterior. Para a Bahia, que não tinha grandes indústrias de moda, feiras como estas não tiveram grande sucesso.

Foi quando Vera sugeriu à Secretaria da Indústria e Comércio a criação de um evento em que o público já teria o produto com entrega imediata para micros e pequenos lojistas do estado que não tinham condições de se deslocarem para feiras que aconteciam em São Paulo e Fortaleza, e também de programarem grandes pedidos. Ao longo desses 25 anos, planejamento, organização e criatividade têm sido um marco na trajetória de Vera Pontes – seja com a Expo de Moda ou com a Made in Bahia, que já está em sua 26ª edição. “A realização, pela primeira vez, da Expo de Moda na Itaipava Arena Fonte Nova reflete o esforço desses 25 anos, dedicados a fazer do evento uma referência no sistema pronta-entrega”, afirma a produtora de moda Vera Pontes.

Destaques na Imprensa Baiana

Copyright © 2020 by vlponteseventos

× Para entrar em contato, clique aqui...

Faça parte do grupo de pessoas que recebem convites para todos os nossos eventos.

Você se inscreveu com sucesso na nossa lista para receber convites!

There was an error while trying to send your request. Please try again.

will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.